segunda-feira, 29 de julho de 2013

Balagandando pelas ruas da cidade...

Parei no Ponto de Antiguidades, um misto de brechó e antiquário. Fica numa casinha laranja muito charmosa construída em 1928 no bairro Moinhos de Vento. Me encantei com os broches de todos os tipos, gostos e bolsos (R$ 10,00 a R$ 400,00) que se possa imaginar. O legal, além de se encantar pelas peças é ouvir um pouco da história de cada uma contada pela dona Vera Gewehr que me ensinou que "antigamente os  broches chamavam-se pregadores". Balagandando e aprendendo!
 
Ponto de Antiguidades
Rua Padre Chagas, 200 - Bairro Moinhos de Vento
 

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Poeminha para enfeitar uma segunda-feira

Rosinha e seus balangandãs
Balangandava suas coisinhas
Passando na rua todo dia
 
Rosinha e seus balangandãs
Balangandava e vendia
Suas coisinhas em cada esquina
 
Rosinha e seus balangandãs
Balangandava e ambulando
Deve balangandar  por toda vida

Augusto Barros
 







terça-feira, 16 de julho de 2013

1001 utilidades para o broche

O legal é usar alguns truquezinhos de styling para o broche. Utilizando o alfinete para fechar um decote mais aberto, prender um lenço, ajustando o cardigã, juntando as alças folgadas, elevando e franzindo o vestido  ou usar um mix de vários broches juntos para criar um detalhe como um bordado e enriquecer a sua roupa. Sem contar que ele pode acinturar, disfarçar, ressaltar...   
Broche é coisa da vovozinha, dos vintages, dos moderninhos e de quem gosta de dar um toque final repleto de estilo. Inspire-se!
 




 

Uma flor para minha mãe

Broche de prata 950 Kt
Design Danielle Ribeiro
Foto Fabricio Simões
 
Quer enfeitar a roupa sem precisar recorrer aos colares, pulseiras e brincos? Um acessório clássico, versátil e muito útil que acompanha as tendências e multiplica o guarda roupa com bastante charme é o broche.
 

 

Broche no cabelo, broche para prender na blusa, vestido, cinto, calça, saia, faixa, lenço, bolsa, sandálias, boina, gorro, chapéu, pashimina... Nestas fotos o broche que presentei minha mãe em algumas produções. Um detalhe que esqueci de contar é que a flor é móvel e pode ser pendurada em uma corrente, brinco ou seja 1001 utilidades!

Design Danielle Ribeiro
Fotos Fabricio Simões
 


segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cada cabeça uma sentença...


Já comentei no post Porque eu acredito no amor - Fernanda e Guilherme que a pedida nas cerimônias ao ar livre são os acessórios de cabeça. Os casquetes são leves, românticos e cheios de personalidade. Neste da Fernanda, o legal é uma joia de família é usada no acabamento. Afinal, manda a tradição que a noiva sempre tem que ter algo antigo, algo novo e algo emprestado para ser feliz para sempre!

 
Sensação entre as noivas o casquete, é uma peça menor que o chapéu e maior que uma tiara combinando com o voillete. Na minha opinião é lindo, e cheio de personalidade. Apesar de ser um acessório vintage, as noivas mais modernas tem aderido. Na essência é apenas um adorno de cabelo feito de plumas, penas e pedrarias, só que depois do casamento real, virou mania. Funciona mais ou menos assim: os membros da família real usam nas ocasiões superformais e a turma que tem a cabeça feita usa onde quiser! Tá liberado pra você, mero plebeu!
Entre em contato pelo email da Reverie e peça mais informações para criarmos o seu!

Casquete em renda francesa sobre cetim de seda.
Bordado com mini pérolas, pontos de strass, plumas e uma joia de família para o acabamento.

 

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Pindurucalhos da Dani - Da série Cada coisa em seu lugar ou tudojuntomisturado

No meu cantinho dos penduricalhos, sempre tem espaço para mais um!
Zanzando pelo mundo virtual vi algumas inspirações para organizar e expor os acessórios com cada coisa em seu lugar ou tudojuntomisturado!

Para a turma dos sommeliers e gourmets
para os botequeiros

Para a turma doce 

não esquecendo as meninas do chá das cinco!